Hugo critica reforma da previdência e exige adequações

Resultado de imagem para hugo motta
O deputado federal Hugo Motta (PMDB) afirmou que não votará pela aprovação da Reforma da Previdência proposta pelo Governo Federal. Mesmo fazendo parte da base aliada do presidente Michel Temer (PMDB), no Congresso Nacional, o deputado se posicionou contra diversos pontos apresentados, e disse que só votará favorável a proposta se houver adequações.

Para o peemedebista, a proposta afeta diretamente os agricultores brasileiros, que segundo o deputado, não podem ser prejudicados.

“Discordo de diversos pontos da Reforma da Previdência, como por exemplo de mexer com o agricultor rural. O homem do campo quando chega aos 60 anos, que teve uma vida castigada pela seca, não se pode exigir que esse homem aumente sua idade de aposentadoria ou exigir que ele contribua com a previdência sem que possa. O Governo tem que fazer a reforma na forma possível que seja feita. Precisamos fazer reforma, mas cobrar de quem tem que pagar, para que só depois você chegue no pequeno, não dá para começar da forma inversa, por isso, dessa maneira, a reforma não contará com nosso apoio”, enfatizou.

com informações Mais PB
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário