Maioria do TSE decide dar mais prazo para Dilma e julgamento deve ser adiado

Resultado de imagem para tseNo primeiro dia do julgamento sobre a cassação da chapa Dilma-Temer, nesta terça-feira (4), a maioria da corte do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu conceder mais prazo para as alegações finais das defesas. Com isso, o julgamento será adiado e ainda não tem data para ser retomado.
O pedido foi feito logo no começo da sessão pelo advogado Flávio Caetano, que representa a defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). A solicitação teve o apoio do Ministério Público Eleitoral, representado pelo vice-procurador geral eleitoral, Nicolao Dino, e pelo advogado do PSDB, Eduardo Alckmin.
Uol
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário