“Recolher assinatura é uma coisa muito feia”, diz Benjamin sobre articulação de Wilson para assumir bancada

O deputado federal e líder da bancada da Paraíba no Congresso Nacional, Benjamin Maranhão (SD), vai convocar uma reunião com os membros da bancada para discutir a sua permanência a frente do grupo. Benjamin lamenta que esteja havendo uma divisão na bancada e afirma que não foi chamado por ninguém para conversar sobre o assunto. Embora negue que esteja coletando assinaturas, o deputado Wilson Filho confirmou o interesse em voltar a liderar a bancada e disse que foi procurado por outros parlamentares em apoio para retornar a função.

“Essa coisa de recolher assinatura é uma coisa muito feia. O diálogo tem que ser aberto. Nós vamos chamar a bancada para conversar porque essa questão de coordenação de bancada depende da maioria absoluta dos membros. Aqui ninguém toma nada de ninguém. Toda e qualquer ação da bancada só pode ser feita com o consentimento da maioria, de mais de dois terços dos parlamentares”, disse Benjamin, que assumiu a bancada no ano passado, sucedendo Wilson Filho.
Benjamin ressaltou a importância da união da bancada e destacou algumas conquistas neste período. “Jamais eu iria brigar para permanecer como coordenador de bancada e também não aconselho ninguém a fazer isso porque não é uma função que exige acima de tudo o consenso de todos para ter um resultado concreto. O resultado da nossa mobilização na coordenação da bancada viabilizou recursos para a BR 230, a conclusão do eixo leste da transposição se tornou realidade”, pontuou.
O coordenador da bancada também destacou que não foi procurado por Wilson Filho ou outro parlamentar: “Eu lamento que esteja havendo alguma divisão interna, que tenha chegado a esse tipo de coisa. Ate porque eu não fui procurado pelo deputado Wilson para conversar ainda”, disse.
Wilson Filho negou que esteja coletando assinaturas, mas afirmou que foi procurado pelos pares para voltar a assumir a bancada. O deputado ressaltou que o mandato é anual e que é natural que o assunto venha à tona, seja para reconduzir Benjamin ou para indicar outro parlamentar.
“Benjamin é um parlamentar extraordinário e fez um trabalho muito bom. O que está acontecendo é que o mandato de coordenador de bancada é anual, todo ano se encerra o mandato e se inicia outro. E desde que eu me tornei deputado, e muito antes disso, a indicação do coordenador é através de assinatura dos deputados e a indicação acontece quando a Comissão de Orçamento se instala”, explicou Wilson.

Com informações blog do gordinho
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário