Lula condena troca de Cartaxo e cita denúncias envolvendo PMJP: “Quem com ferro fere, com ferro será ferido”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comentou na manhã deste domingo (27), em entrevista à Rádio Alto Piranhas, de Cajazeiras, a troca feita pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, de abandonar o Partido dos Trabalhadores para ingressar no PSD, em setembro de 2015, motivada pelos “escândalos políticos” envolvendo o PT.
“Cartaxo foi precipitado, pelo julgamento que a Justiça ainda não tinha feito e eu acho que ele não foi correto com o PT. É lamentável que ele tenha saído do PT para entrar no partido do Kassab [Gilberto]. Não houve nenhum avanço, e sim um retrocesso ideológico e político. Mas respeito a decisão e espero que ele faça um bom governo”, afirmou.
Lula ainda alfinetou a argumentação de Cartaxo de deixar o PT por escândalos políticos e citou denúncias supostamente ligadas a gestão do prefeito, a exemplo das operações Parcela Débito, deflagrada na última semana com o intuito de apurar possíveis fraudes na folha de pagamento do Instituto de Previdência do Município de João Pessoa (IPM), e a Irerês, desencadeada no dia 2 de junho com o objetivo de investigar possíveis irregularidades em procedimentos licitatórios e na execução da obra da Lagoa.
“A mesma porta que estava aberta para ele entrar foi aberta para ele sair. Agora ele começa a dar alguns sinais de quem com ferro fere, com ferro será ferido. Ele deixou o PT por corrupção e eu estava vendo que tem duas denúncias envolvendo ele em João Pessoa, mas acho que todo mundo é inocente até que se prove o contrário”, declarou.
Depois de receber o título de cidadão pessoense, nesse sábado (25), em João Pessoa, Lula está neste momento em Campina Grande para mais um ato público. O evento acontece no Parque Ecológico de Bodocongó.

Com blog do Gordinho 
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário