Nabor rechaça aliança com o PSDB e cobra postura de esquerda do PMDB: “Não pode mudar o curso”

O deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB) rechaçou a manutenção da aliança do seu partido com o PSDB em 2018. O parlamentar defendeu a reaproximação do PMDB com o PSB do governador Ricardo Coutinho e cobrou do partido uma postura de esquerda.
“Houve um distanciamento, mas nada que não possam se reaproximar, até porque defendemos os mesmos ideais, temos praticamente o mesmo pensamento e a mesma linha política”, defendeu o peemedebista, que ainda acrescentou: “A gente não pode mudar o curso da história do PMDB, que sempre foi nessa linha mais de esquerda. Portando, eu defendo que a gente possa abrir o diálogo com o PSB e com os partidos que estão nessa ala para que possamos formar uma chapa vitoriosa e que esse projeto político administrativo implantado pelo governador possa ter continuidade”.
Questionado sobre a posição do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), que defende a manutenção do partido no arco das oposições, Nabor foi taxativo: “Não vejo como a gente possa seguir nessa linha de aliança com partidos como o PSDB. Minha linha é histórica dentro de um PMDB que eu trabalhei e vi crescer de uma forma diferente e eu defendo que a gente siga nessa aliança”, concluiu.

Da redação com Blog do Gordinho
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário