Após denúncia, médico de Patos precisa renunciar subsídio de vereador

Após denúncia no Ministério Público, o vereador patoense, Ivanes Lacerda (MDB), precisou optar pelo salário que recebe como médico no Hospital Regional de Patos, e o subsídio de vereador, cargo exercido também aqui em Patos.
Em entrevista concedida ao jornalista Adilton Dias nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, e divulgada no Jornal Espinharas Notícias, o médico explicou a situação. Segundo ele, a determinação partiu do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba – TCE-PB, que o convidou para optar entre os vencimentos, pois entende que o subsídio de vereador, também é uma forma de salário.
Ivanes explicou que como faltam apenas dois anos para terminar seu mandato como vereador escolheu ficar recebendo como médico, pelos dois plantões que exerce no HRP.

Adilton Dias
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário