Prefeito e secretária de Cajazeiras podem responder por improbidade administrativa

O Ministério Pública da Paraíba (MPPB) instaurou inquérito civil para apurar possível crime de improbidade administrativa cometidos pelo prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (PP), e a secretária de Educação, Antônia Nélbia. Os ilícitos seriam por suposto acúmulo ilegal de cargos públicos por parte de servidores do municípios que estão lotados na Secretaria de Educação. Os servidores também seriam enquadrados no crime. 
A informação está publicada na edição desta quarta-feira (6) do Diário Oficial do MPPB. O denunciante é o órgão federal Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), ligado ao Ministério da Educação. O extrato de promotoria, que autoriza a investigação, está assinado pela Promotora de Justiça de Cajazeiras, Sarah Araújo Viana de Lucena.

Fonte83

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário