“Me dói pensar na possiblidade de sair daqui, mas, trabalhar desse jeito não tem como”, diz médica sobre Maternidade em Patos

A médica Dra. Isabela Lima, que presta serviços na Maternidade Dr. Peregrino Filho, em Patos, foi uma das poucas a comparecer ao ato público na manhã desta quarta-feira, dia 17, onde se manifestaram dezenas de funcionários e cidadãos indignados com o descaso no órgão pertencente ao Governo do Estado da Paraíba e administrado pelo Instituto Gerir de forma pactuada.
Dra. Isabela Lima falou à imprensa mesmo correndo risco de sofrer retaliações por parte da GERIR que deve quase 5 meses de salários para a médica. Dra. Isabela quebrou o silêncio e em um dos trechos de sua entrevista disse: “Me dói pensar na possiblidade de sair daqui, mas, trabalhar desse jeito não tem como”.
Perguntada sobre qual é a realidade da Maternidade Dr. Peregrino Filho, a médica foi enfática: “A realidade da Maternidade é grave e é um caos em relação a muitos fatores. Em relação aos próprios insumos: algumas gestantes estão vindo, vão fazer boletim de ocorrência, ficam irritadas por não ter atendimento, mas entenda! Se você chega aqui querendo uma cesária e eu não tenho kit cirúrgico, eu não tenho como atender...pode acontecer um óbito. Outra questão é em relação aos salários: os funcionários estão há três meses trabalhando sem receber e nós estamos no quinto mês, trabalhando sem receber...”.
Dr. Isabela Lima relatou que soube que a secretária de Saúde do Estado da Paraíba, Cláudia Veras, em reunião ocorrida na noite desta terça-feira, dia 16, na própria Maternidade Dr. Peregrino Filho, chegou a dizer que aqueles que não estiverem satisfeitos, saiam. Essa informação irritou ainda mais os trabalhadores e culminou com o ato desta quarta-feira, que contou, inclusive, com os deputados estaduais Nabor Wanderley e Dr. Érico Djan.  
A manifestação desta quarta-feira expôs uma fraqueza por parte do Governo do Estado da Paraíba em relação a solução de um problema que chegou a um limite que coloca vidas em risco na Maternidade Dr. Peregrino Filho.


Jozivan Antero 


OUÇA entrevista com Dra. Isabela Lima:


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário