Com 4 votos a favor, TRE mantém Ricardo Coutinho elegível para 2020

Na tarde de hoje, os juízes Paulo Câmara e Micheline Jatobá votaram contra o pedido de decretação de inelegibilidade contra o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) e sua companheira de chapa em 2014, Lígia Feliciano (PDT).
Os votos foram anunciados durante o julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) do Empreender. Com isso, são quatro votos a favor da elegibilidade de Ricardo, provável candidato a prefeito de João Pessoa em 2020.
Faltam apenas mais dois votos, de Sérgio Murilo Queiroga e Arthur Fialho, mas o entendimento já está consolidado. O presidente da Corte, Carlos Martins Beltrão Filho, só vota em caso de empate.
A primeira a votar hoje à tarde foi a juíza Micheline Jatobá e ela também se posicionou contra a decretação de inelegibilidade a Ricardo e Lígia. Para a magistrada, deve ser aplicada uma multa de R$ 60 mil. Além dela, já votaram contra a inelegibilidade o relator do processo, desembargador José Ricardo Porto e o juiz Antonio Carneiro.


Parlamentopb

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário