Ivanes Lacerda toma posse como prefeito interino e demonstra confiança na parceria com o poder legislativo

O vereador Antônio Ivanes de Lacerda (MDB) foi eleito presidente da Casa Juvenal Lúcio e consequentemente assumiu como prefeito interino da cidade de Patos. Dos 17 votos, Ivanes conseguiu 14 favoráveis, durante eleição que aconteceu na noite dessa sexta-feira, dia 23.
Ivanes disputou a presidência da câmara (2019-2020) com os vereadores Capitão Hugo, Tide Eduardo e Edjane Araújo. As duas últimas retiraram a candidatura poucos minutos antes da sessão ter início. As parlamentares que também eram favoritas, mas acabaram apoiando Ivanes.
A vereadora Lucinha Peixoto (PCdoB) foi a única que se absteve de votar. Capitão Hugo, que manteve a candidatura, conseguiu dois votos. Após a votação, Ivanes Lacerda foi automaticamente empossado como prefeito interino da cidade de Patos.
Feito o juramento, o prefeito interino foi bastante cordial ao cumprimentar e agradecer por cada apoio e diálogo desenvolvido. Também cumprimentou o vereador Sales Júnior pela postura política que sempre teve e pela amizade. E ressaltou que Sales deu um exemplo de responsabilidade e ética a frente do poder executivo.
Durante entrevista coletiva à imprensa local, o novo prefeito interino disse que recebeu o resultado da eleição com alegria, pois viu a maturidade política e responsabilidade do poder legislativo para com o município. “O poder legislativo atendeu e compreendeu a necessidade da sociedade que clama por uma harmonia dos Poderes para que Patos possa sair dessa crise”.
O gestor enfatizou que vai estar continuamente nas ruas e acompanhado de secretários e vereadores, para identificar e corrigir o que for prioridade.
Externou que a saúde e a infraestrutura terão uma atenção especial, mas também demonstrou que será cuidadoso para não deixar que nada fique desassistido.
Uma novidade revelada por Ivanes foi que os secretários terão que ir à câmara semanalmente para apresentar respostas ao poder legislativo, referente às demandas apontadas pela população através dos vereadores.
Pra concluir, afirmou que sua gestão será de responsabilidade solidária, onde a população terá acesso a toda ação do poder executivo, além de poder opinar e cobrar. E finalmente deixou claro que tomará todas as medidas cabíveis para corrigir o necessário e manterá o que estiver dando certo.
Coordecom
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário