Prefeito interino de Patos decreta novo corte de gastos e pede auditoria para analisar quadro de servidores

Visando organizar as finanças do município, o prefeito interino de Patos, Ivanes de Lacerda, resolveu assinar um novo decreto (Nº 022/2019) que determina o corte de gastos. As novas medidas administrativas estão no Diário Oficial do Município, publicado nesta quinta-feira (12), mas com data de 5 de setembro.
De acordo com as medidas complementares, o intuito da gestão é promover limites nas despesas com pessoal e secretários, tendo em vista a necessidade de aliviar o déficit financeiro do município.
A publicação diz que a partir de então ficam suspensas as cedências e disposições de servidores municipais integrantes do quadro do Poder Executivo Municipal de Patos, por um prazo de 120 dias, para órgãos Federais, Estaduais ou Municipais, sendo concedidos somente em caráter excepcional, desde que não gere novas nomeações, contratações ou convocações para a municipalidade, ainda que em caráter temporário.
Ainda de acordo com o prefeito interino, Ivanes Lacerda, a Secretaria de Administração deve realizar uma auditoria para revisar e analisar as disposições de servidores municipais, a fim de verificar se as diretrizes do ato normativo originário estão sendo cumpridas e se a medida traz vantagem ou desvantagem financeira ao Poder Executivo Municipal.
A postura do prefeito ainda se mostra mais firme, com a determinação de que as modificações na folha de pagamento do município sejam comunicadas e autorizadas de forma expressa e por escrito, por ele mesmo.
Coordecom
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário