Santa Rita tem o lixo mais caro do Estado e já gastou R$ 14,6 milhões este ano

O prefeito de Santa Rita, Emerson Panta, não economiza nas contas da prefeitura quando o assunto é lixo. Somente este ano já foram gastos R$ 14.616.776,49 milhões com as empresas que atuam na manutenção da limpeza urbana da cidade, de acordo com o Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).
Por mês, Panta paga, em média, R$ 1.624.086,27 para a Geo Limpeza Urbana Eirele e a Servicol Serviços e Construções.
De janeiro até esta terça-feira (24), a Geo Limpeza Urbana recebeu R$ 7.273.391,78 da prefeitura de Santa Rita. Já a Servicol ficou com uma fatia maior, R$ 7.343.384,71.
As contas de Santa Rita não chegam nem perto de outros dois municípios da região da Grande João Pessoa, que têm mais de 50 mil habitantes. Juntos, os prefeitos de Cabedelo e Bayeux gastaram R$ 8.351.009,00 com a limpeza urbana.
A prefeitura de Cabedelo gastou R$ R$ 6.496.544,96 enquanto a de Bayeux, R$ R$ 2.990.888,19.

Fonte83
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário