Em Patos, vereadores anulam lei que permitia venda de bebidas alcoólicas no Estádio Municipal José Cavalcante

A Câmara Municipal de Patos, através da sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 22, revogou a Lei 4.898/2017, ou seja, cancelou a lei que permitia a venda de bebidas alcoólicas no Estádio Municipal José Cavalcante. A lei que permitia a venda era de autoria do vereador Jefferson Melquiades (PMDB).
A Lei 4.898/2017 passa a ser a mais rápida a ser colocada em vigor e a mais rápida a ser revogada, pois durou menos de 30 dias. Ela foi promulgada pelo presidente da Câmara Municipal de Patos, vereador Sales Júnior (PRB), e logo após cancelada por maioria dos vereadores, muitos dos quais haviam votado a favor.
Votaram a favor da revogação os vereadores: Diogo Medeiros (PSB), Edjane Araújo (PRTB), Tide Eduardo (PMDB), Nadirgerlane Rodrigues (PMDB), Gordo da Sucata (PV), Toinho Nascimento (DEM), Fátima Bocão (PMDB), Dito (PTN). Foram contra a revogação: Goia (PV), Ferré Maxixe (DEM), Jefferson Melquiades (PRB, Ramon Pantera (PTN), Lucinha Peixoto (PCdoB), Suélio Caetano (PTN).
Dois vereadores se abstiveram da votação: Ivanes Lacerda (PMDB) e Capitão Hugo (PTN).
A votação havia causado grande discussão em torno da lei, pois alguns relatam ser inconstitucional e outros constitucional. O Procurador do Município de Patos, Dr. Phelipe Palmeira disse que a lei era inconstitucional, no entanto, o Procurador da Câmara Municipal de Patos, Dr. José Lacerda Brasileiro viu legalidade. A polêmica maior aconteceu em meio aos torcedores, pois a venda de bebidas alcoólicas dividiu opiniões.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário