Áudios entre Bebianno e Bolsonaro desmentem versão de Carlos, revela VEJA

Antes de demitir Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da República, Jair Bolsonaro e o agora ex-ministro trocaram uma série de mensagens escritas em áudios, via WhatsApp. Os registros foram revelados pelo site da revista VEJA, nesta terça-feira (19).
A conversa desmente a versão do presidente e de seu filho, Carlos, de que Bebianno havia mentido ao dizer ao jornal O Globo que não havia crise no governo, já que ele tinha falado “três vezes” com Bolsonaro na quarta-feira passada (13).
Gravações divulgadas pelo site da revista VEJA refutam essa versão.  Segundo a publicação, o ex-ministro falou com o presidente por meio de mensagens escritas e pelo menos treze mensagens de áudio naquele dia.
O conteúdo das conversas mostra que Bolsonaro estava irritado e impaciente, enquanto Bebianno tentava pacificar as coisas. A pauta dos diálogos é variada e abrange desde a TV Globo até uma viagem para a Amazônia. 
Uma das trocas de mensagens mostra Bolsonaro descontente pelo fato de Bebianno ter se encontrado com o vice-presidente de relações institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo.
“Gustavo, o que eu acho desse cara da Globo dentro do Palácio do Planalto: eu não quero ele aí dentro. Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos se aproximando da Globo [sic]”, diz em um dos áudios revelados pela reportagem.
Depois, os dois discutem sobre uma possível viagem de Ricardo Salles, do Meio Ambiente, e Damares Alves, da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos, ao Pará — assunto que havia sido publicado pelo site O Antagonista. 
“Gustavo, uma pergunta: ‘Jair Bolsonaro decidiu enviar para a Amazônia’? Não tô entendendo. Quem tá patrocinando essa ida para a Amazônia? Quem tá sendo o cabeça dessa viagem à Amazônia? Um abraço aí, Gustavo, até mais”, diz outra gravação enviada por Bolsonaro a Bebianno.
Só nesses dois tópicos, foram três mensagens — o que confirma a versão de Bebianno ao jornal O Globo.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário