Julian Lemos garante que a candidatura de Ilmara Morais a Assembleia Legislativa foi verdadeira

Em resposta as denúncias feitas pela ex-presidente do PSL Mulher, Sammara Aguiar.o deputado federal Julian Lemos (PSL) negou a existência de uma candidatura “laranja” do partido do presidente Jair Bolsonaro na Paraíba nas últimas eleições, e garantiu que a candidatura de Ilmara Morais a Assembleia Legislativa foi verdadeira. Prova disso, segundo ele,  é que ela  obteve mais de 5 mil votos. Julian Lemos gravou um vídeo negando as informações de que a candidatura de Ilmara teria sido de “fachada”. Ele lamentou as informações e garantiu que a candidatura da sertaneja foi de verdade e obteve respaldo nas urnas.
A declaração do deputado foi uma resposta as denúncias feitas pela ex-presidente do PSL Mulher, Sammara Aguiar.
“Quando eu entrei na política eu não achei que o jogo fosse tão baixo, tão sórdido e tão imoral. Pois bem. A nova agora é uma candidatura laranja do PSL na Paraíba. E o que é uma candidatura laranja? É quando um suposto personagem não existe, não fez campanha e apenas recebeu recursos. Sobretudo, quando teve pouquíssimo votos” observou.
Julian Lemos ressaltou que a candidata chamada “laranja” é a empresária Silmária, segundo ele, uma mulher de bem, que coordenou a campanha do deputado Julian Lemos, e do presidente da Replica, Jair Bolsonaro (PSB), obtendo quase cinco mil votos, principalmente no Sertão em 40 cidades.
“Uma pessoa totalmente desconhecida que teve um trabalho brilhante. Além de ser uma mulher de bem, ela é honesta, que todos no Sertão a conhecem. A grande questão é que algumas pessoas frustradas, derrotadas nas eleições, e não conseguem chamar a atenção e tentam denegrir a imagem de outras pessoas” rebateu.
Enfático, o deputado disse que Ilmara fez uma grande campanha e que ajdou o PSL na Paraíba.
‘Uma candidata que teve quase cinco mil votos e que teve a estrutura que teve, jamais poderia ser chamada de fantasmas, é apenas mais uma armação medíocre que não se sustenta, quem entende o mínimo de uma campanha" rebateu.

Fonte - Severino Lopes / PB Agora
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário