Justiça proíbe Ricardo Coutinho de levar filho em viagem à Europa

O ex-governador Ricardo Coutinho foi proibido de levar o filho menor em viagem à Europa, conforme decisão do juiz da 1ª Vara da Infância e Juventude de João Pessoa, Adhailton Lacet Porto. O juiz acatou os argumentos da mãe da criança, a ex-primeira-dama Pâmela Bório, que expressou preocupações sobre a possibilidade de não retorno do filho. O ex-governador já havia apresentado à Justiça o roteiro dos eventos que ele vai participar durante a viagem, realizada para atividades da Fundação João Mangabeira, do PSB, da qual Ricardo é presidente.
A viagem estava marcada entre os dias 22 de outubro e 4 de novembro. A defesa de Ricardo Coutinho criticou a decisão e afirmou que vai recorrer. “Não há riscos para a criança. É uma viagem à Europa, outra cultura, outra língua. Só tem benefícios”, disse a advogada Anna Carla Lopes Correia Lima. Um dos argumentos da defesa de Pâmela Bório é de que o ex-governador poderia não voltar ao Brasil, já que a Operação Calvário, atualmente em andamento, tem investigado secretários e políticos próximos aos governos de Ricardo.

Fonte83
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário